Merck
Página inicialProdutosMateriais para laboratórioDispensação e manuseio de líquidos

Dispensação e manuseio de líquidos

Oferecemos diversas ponteiras e pipetadores para dispensação de volumes pequenos de líquido de marcas líderes, como Combitips Advanced® e ep Dualfilter T.I.P.S.® da Eppendorf®, DeckWorks™, Lambda® e Isotip® da Corning®, ponteiras de barreira e sistema de recarregamento SoftFit L Reload System™ da ART®, e ponteiras HandyStep®, Transferpettor, BIO-CERT e PD da BRAND®. Para garantir a qualidade que você precisa para biologia molecular e cultura celular, as pipetas sorológicas Costar® Stripette® da Corning® ou KIMAX® 51 são difíceis de ser superadas. Combinadas ao controlador de pipetas para retirada de alíquotas MilliSentials™, Easypet® da Eppendorf®, ou o controlador de pipetas accu-jet® pro da BRAND®, você tem uma combinação imbatível. Para titulações e técnicas de química analítica, as pipetas volumétricas BLAUBRAND®  ETERNA da BRAND® são fornecidas com certificações originais de lote. Além dos dispensadores para frasco, como o Dispensette® S e o seripettor® pro da BRAND®, o diluidor de seringa dupla Microlab® 625, da Hamilton®, e as bombas de seringa KDS Legato™, temos um portfólio abrangente para aplicações laboratoriais gerais para atender às necessidades do seu laboratório.   


CATEGORIAS POPULARES

Produtos

Ordenar por relevância
Exibindo 1-20 de 2155
Página 1 de 108
Exibindo 1-20 de 2155
Comparar
Número do produto
Nome do produto
Descrição do produto
Preços
Página 1 de 108

Pipetadores

As pipetas são usadas com ponteiras para aspirar e dispensar volumes fixos de líquidos.

  • Pipetas manuais dependem do deslocamento de ar para liberar um volume de líquido mensurado.
  • Pipetas eletrônicas minimizam o possível desenvolvimento de distúrbios musculoesqueléticos decorrentes da pipetagem repetitiva e são substitutos comuns da versão mecânica.
  • Pipetas de deslocamento positivo são usadas para pipetar substâncias voláteis ou viscosas em pequenos volumes, como DNA. Elas requerem uma ponteira para microsseringa descartável composta por um capilar e um pistão que desloca diretamente o líquido. O deslocamento positivo é ideal para pipetar líquidos altamente viscosos ou espumosos, ou líquidos com alta densidade ou pressão de vapor.
  • Pipetas de repetição possibilitam a dispensação repetida do mesmo volume de líquido em vários tubos ou poços sem a necessidade de aspirar mais líquido entre cada etapa.
  • Pipetas multicanais possuem várias ponteiras pipetar em placas multipoços usando um único dispositivo.

Ponteiras

As ponteiras são acessórios descartáveis para aspirar e dispensar volumes de líquidos medidos usando uma micropipeta. A escolha da ponteira depende de vários fatores:

  • Capacidade de volume: As ponteiras são projetadas para fornecer volumes com precisão dentro de faixas especificadas, quando usadas acopladas com um dispositivo de pipetagem específico. A capacidade de volume da ponteira deve corresponder à capacidade de volume do dispositivo de pipetagem para proporcionar uma dispensação precisa.
  • Material: As ponteiras são tipicamente feitas de polipropileno transparente e descartável para possibilitar uma visualização fácil do conteúdo. Ponteiras de vidro podem ser usadas em aplicações onde produtos químicos agressivos são dispensados.
  • Dimensões: Algumas ponteiras são alongadas para carregamento de gel, enchimento de tubos microcapilares, PCR e pipetagem a partir de frascos com gargalo comprido. Ponteiras com aberturas largas têm aberturas de ponteira maiores que possibilitam a transferência de líquidos viscosos, DNA genômico e linhagens celulares frágeis. A ponteira da pipeta deve ter dimensões adequadas para formar uma vedação com o cilindro do dispositivo de pipetagem.
  • Esterilidade: As ponteiras são fornecidas estéreis ou não estéreis, dependendo das necessidades do ensaio. Aplicações de cultura celular, em geral, requerem o uso de ponteiras estéreis.
  • Tratamento: As ponteiras não devem conter DNAse, RNAse e nem pirogênio. Algumas aplicações de manuseio de líquidos requerem ponteiras especiais, com revestimentos ou tratamentos para proporcionar baixo potencial de ligação ou retenção proteica. 
  • Ponteiras com filtro e barreira: As ponteiras com filtro contêm filtros próximos ao ponto de fixação para evitar a contaminação do dispositivo de pipetagem e a contaminação cruzada entre dispensações, e são recomendadas para trabalhar com ácidos nucleicos, agentes patogênicos ou radioisótopos. As barreiras de ponteiras impedem a entrada de líquidos no dispositivo de pipetagem. Várias ponteiras com filtro e barreira estão disponíveis para controle de contaminação. 
  • Compatibilidade: As ponteiras universais são compatíveis com a maioria das pipetas padrão. Algumas pipetas têm geometrias de cilindro incomuns e podem precisar de ponteiras específicas. Certas ponteiras são feitas de plásticos rígidos que podem torná-las incompatíveis com alguns dispositivos de pipetagem. Os pipetadores de deslocamento positivo requerem ponteiras especiais que integram um capilar e um pistão para pipetar líquidos viscosos.

Controladores e peras para pipetas

Os pipetadores e controladores de pipetas são usados para aspirar líquido para dentro de pipetas sorológicas e de aspiração para fins de medição e dispensação.

  • Pipetadores mecânicos utilizam deslocamento de ar para liberar um volume de líquido medido.
  • Pipetadores eletrônicos (também denominados controladores de pipetas) são mais ergonômicos e minimizam o possível desenvolvimento de lesões devido à pipetagem repetitiva.
  • Pipetadores de deslocamento positivo são usados para pipetar líquidos altamente viscosos ou espumosos, ou líquidos com alta densidade ou pressão de vapor.

Pipetas

As pipetas são tubos de vidro ou plástico graduados usados em sorologia, cultura celular e química para medir volumes precisos de líquido. Elas se valem de um dispensador para pipetagem, como uma pera, pipetador ou controlador de pipetas, para aspirar líquido para medição e dispensação. As pipetas de vidro podem ser reutilizáveis, proporcionam medições de alta precisão e são compatíveis com os solventes mais agressivos. As pipetas de plástico evitam o problema de quebra do vidro e estão disponíveis em poliestireno (combinando alta precisão de medição com a conveniência do plástico), polietileno e polipropileno para proporcionar maior resistência química.

  • Pipetas sorológicas são pipetas de vidro ou plástico comumente usadas para medir e dispensar volumes de mililitros de líquido. Elas normalmente têm graduações para medir com precisão os níveis do menisco e estão disponíveis estéreis, para procedimentos de cultura celular em condições assépticas, ou não estéreis, para dispensação laboratorial geral. Há opções de tampão de algodão para evitar o enchimento excessivo e contaminação. Pipetas de ponta grande estão disponíveis para pipetar líquidos e suspensões viscosos.
  • Pipetas de Pasteur (também conhecidas como pipetas de transferência) têm uma pera integrada (semelhante a um conta-gotas) e são projetadas para transferir pequenos volumes de líquido. Essas pipetas podem ser feitas de vidro, poliestireno ou polipropileno. As pipetas de Pasteur e pipetas de transferência podem ser não graduadas ou graduadas para medição de líquidos.
  • Pipetas de aspiração são usadas para remover ou aspirar líquidos de recipientes sem medir o volume. Elas tipicamente não são graduadas, dimensionadas apenas para determinar sua capacidade e estão disponíveis conectadas ou desconectadas, estéreis ou não estéreis, e são feitas de plástico ou vidro.
  • As pipetas volumétricas são calibradas para medir uma quantidade fixa de líquido com alta precisão. A pipeta tem um reservatório mais largo entre duas partes alongadas e uma única marca de graduação para aspirar um volume exato. Elas costumam ser usadas em química analítica para preparar soluções laboratoriais a partir de uma solução estoque, bem como para preparar soluções para titulação.

Dispensadores para frasco

Os dispensadores para frasco são dispositivos de medição de líquidos que se fixam à boca dos frascos para possibilitar uma distribuição de líquidos segura e reprodutível sem contaminação. Os dispensadores para frasco devem ser selecionados com base no diâmetro da boca, material (para garantir a compatibilidade química) e na faixa de volume de dispensação.




Faça login para continuar

Para continuar lendo, faça login ou crie uma conta.

Ainda não tem uma conta?