Merck

Calcogenetos

Imagem mostrando uma mão com luva segurando vidro calcogeneto bidimensional na posição vertical para mostrar o revestimento.

Calcogenetos são materiais que contêm um ou mais elementos de calcogênio, geralmente sulfetos, selenietos e teluretos (S, Se, Te). Os calcogenetos são compostos binários formados por pelo menos um ânion de calcogênio e um elemento eletropositivo adicional, enquanto os dicalcogenetos contêm dois calcogênios diferentes. Estes materiais, disponíveis em formas amorfa, cristalina e nanocristalina são notáveis por suas propriedades eletrônicas, ópticas e semicondutoras. Seja o foco da sua pesquisa em sensores, dispositivos optoeletrônicos, fotovoltaicos ou aplicações biomédicas, oferecemos diversos graus e purezas de compostos para se adequar perfeitamente às suas necessidades.


Literatura de produtos relacionados

Nanomateriais para bioeletrônica emergente

Nanotecnologia na
interface bioeletrônica

Leia mais...

Carbono em diversas dimensões

Nanomateriais de grafeno
e carbono

Leia mais...


Produtos


Calcogenetos e dicalcogenetos de metais de transição

Calcogenetos de metais de transição (TMCs, na sigla em inglês) são materiais ultrafinos com propriedades eletrônicas e optoeletrônicas ajustáveis, lacunas indiretas entre bandas e estabilidade aprimorada. TMCs são semicondutores com o tipo MX, enquanto dicalcogenetos de metais de transição (TMDCs ou TMDs) são do tipo MX2 onde M é um metal de transição e X é um átomo de calcogênio. Estes materiais bidimensionais (2D) têm uma lacuna entre bandas eletrônica, tonando-os úteis em diversas áreas, incluindo baterias/pilhas, células solares, eletrônica flexível, fibras ópticas, armazenamento de energia e catálise. Oferecemos TMDCs bidimensionais semelhantes a grafeno, tais como dissulfeto de molibdênio (MoS2) e dissulfeto de tungstênio (WS2), para aplicações em transístores de efeito de campo (FETs) e propriedades fotoluminescentes de monocamada para filmes finos.

Pontos quânticos de calcogeneto

Pontos quânticos de calcogeneto são nanopartículas semicondutoras com excelentes efeitos de confinamento quântico, proporção superfície-volume, solubilidade, efeitos de borda, fotoluminescência ajustável e propriedades fluorescentes. Oferecemos pontos quânticos de dissulfeto de molibdênio (MoS2) e dissulfeto de tungstênio (WS2) com alta qualidade, fácil funcionalização e maior fotoestabilidade. Estes materiais conferem uma nova dimensão às nanofolhas bidimensionais padrão, possibilitando aplicações em energia, pilhas/baterias e imageamento.